Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Data: 14/02/2018 Hora: 11:36:45
Hino de Cosmorama

Cidade de Cosmorama,
tens um risonho porvir,
teu nome ja ganhou fama
visão de glorioso sorrir.

Cosmorama fartas messes,
semelham pomos de ouro,
como luzidas quermesses
de teu progresso o tesouro.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável
Embalada de acalantos.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável
Embalada de acalantos.

Belo rincão varonil,
Cosmorama segue avante,
um pedaço do Brasil
nesta terra bandeirante.

Vencendo renhida luta
o coração a exultar
eis a cidade impoluta
cabe inteira num altar.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável
Embalada de acalantos.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável
Embalada de acalantos.

E aos antigos fundadores,
desta nesga do sertão
rendamos nossos louvores
a essa gente de então.

Que esta terra pioneira
tenha dias de explendores,
merece, a terra faceira,
o hino dos vencedores.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável


Embalada de acalantos.

Cosmorama, a condestável,
Cheia de glória e encantos,
É uma cidade adorável
Embalada de acalantos.

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro